Ex-presidente do Palmeiras diz que compra de Henrique foi 'negócio da China'

Arnaldo Tirone negou pagar comissão para a empresa que intermediou o acerto do zagueiro com o Verdão

    Henrique defendeu o Palmeiras em 2008 e depois de 2011 a 2014 Henrique defendeu o Palmeiras em 2008 e depois de 2011 a 2014

    O ex-presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, negou que o valor acertado de pagamento de comissão para a empresa que intermediou o acerto do zagueiro Henrique com o Palmeiras, em 2012, tenha sido de R$ 4,8 milhões. Segundo informações do site “Espn.com.br”, dos R$ 3,8 milhões prometidos, Tirone pagou apenas R$ 1,2 milhões, deixando a dívida para o seu sucessor na presidência, Paulo Nobre.

    O ex-mandatário palmeirense afirmou que os valores de comissões pagos pelo Palmeiras em transferências durante o seu mandato não passavam de 5% do custo da transação.

    Para Tirone, a compra do zagueiro, que na época pertencia ao Barcelona-ESP, por R$ 1,2 milhões pode ser considerada como um ‘negócio da China’ feito pelo Palmeiras.

    “Foi um negócio da China: desembolsamos em 2012, quando da compra, R$ 1,2 milhões. O Palmeiras usou o jogador por quase quatro anos e o mesmo foi vendido um mês antes da sua convocação para a Copa do Mundo de 2014 por R$ 13 milhões para a Itália”, declarou o ex-mandatário em email enviado àquele site.

    Durante a despedida de Henrique do Palmeiras, no começo do ano, o presidente do clube, Paulo Nobre, fez uma reclamação ao fato de a dívida ter ficado para o seu mandato. “O discurso quando ele veio era de que estava chegando de graça. Só que a gente arcou uma dívida de R$ 5 milhões com quem o trouxe e uma luva de R$1,8 milhão para o Henrique. O problema é quando se tem essa atitude, mas não pagam o jogador e o agente, e empurram para gestões futuras”, protestou o atual mandatário do clube.

    O Palmeiras foi obrigado pela Justiça a quitar seus débitos com a empresa Link Assessoria Esportiva e Propaganda, que intermediou a negociação entre Henrique e Verdão. A diretoria alviverde conversou com a empresa em setembro e conseguiu diminuir o valor para R$ 3,8 milhões.

    O valor foi separado em três pagamentos diferentes: R$ 2,3 milhões até 15 de setembro de 2014. R$ 1,4 milhões até 15 de dezembro de 2014, além de R$ 100 mil divididos em cinco parcelas de R$ 20 mil por mês, de janeiro a maio de 2015.

    Últimas notícias

    Valencia tentará acerto com Victor Valdés

    O goleiro ex-Barcelona, que permaneceu por bastante tempo no banco do Manchester United, poderá retornar à Espanha, e defender a equipe do Valencia

    Wellington Paulista chega animado a novo clube

    O jogador que se destacou jogando na posição de centroavante, mas não descarta atuar pelos lados com a camisa do Fluminense

    Soldado poderá ocupara a vaga deixada por Carlos Bacca no Sevilla

    O atacante espanhol que não está passando por um bom momento no Tottenham, poderá retornar ao seu país para substituir o colombiano

    PSG engrossa briga por Dí Maria

    Após o Manchester United recusar a primeira proposta feita pelos franceses, os dirigentes decidiram adicionar 10 milhões de euros na oferta

    Wayne Rooney poderá disputar a Major League Soccer futuramente

    O jogadar britânico que é ídolo da equipe do Manchester United, poderá ter seu fim de carreira atuando na liga dos Estados Unidos

    Não perca nenhuma publicação! X

    "Me curta" no Facebook
    Siga-nos no Twitter